Um dos principais itens ao conhecer um destino é saber se locomover por ele. Por isso, o Postcode, código postal em português, será um dos seus melhores amigos em Londres.

O QUE É O POSTCODE?

Postcode é o código postal, CEP, que facilita a localização de um endereço.

Em Londres, ele é formado por uma série que combina letras e números. É comum vermos o início destes códigos nas placas das ruas.

A HISTÓRIA DO POSTCODE

Antigamente, ao mandar correspondências, as pessoas simplesmente escreviam o endereço com rua, número, bairro e cidade, na carta e esperavam que a mesma chegasse ao destinatário.

Com o crescimento de Londres e, consequentemente com o aumento do envio de cartas, foi preciso organizar o serviço de correios e o sistema de código postal foi criado.

O responsável pela criação do sistema foi o professor inglês Sir Rowland Hill e a ideia entrou em prática em 1º de janeiro de 1858.

Esta é a divisão postal que continua a ser utilizada em Londres atualmente; e em 1970, começou a ser utilizada em todo o Reino Unido.

DIVISÃO DO POSTCODE

Para fazer tal divisão postal, o professor Sir Howland Hill demarcou uma área circular, com pouco mais de 19 km de raio, no mapa de Londres.

No centro desta área estava a antiga sede dos correios, que era localizada na rua St Martin’s Le Grand; e a partir deste ponto central, ele dividiu Londres em distritos postais individuais: 2 áreas centrais + 8 pontos espalhados pela cidade. Cada um destes pontos recebeu um código de área.

Uma unidade de correio local foi aberta em cada área, facilitando o rastreio de cartas. Ao invés de tudo ser enviado para a unidade central, como era feito antes, agora, por causa deste novo código postal, cada correspondência já era enviada para a central correspondente a sua região.

 

OBS – A antiga sede dos correios ocupava o prédio que era conhecido como General Post Office e que foi demolido em 1912. O local era ficava próximo ao Postman’s Park e St Pauls’ Cathedral.

CÓDIGOS DOS DISTRITOS POSTAIS & SUBDISTRITOS

A divisão destes distritos postais levou em conta os pontos cardeais. Desta forma, os códigos criados pelo professor foram:

EC – Eastern Central (central oriental)

WC – Western central (central ocidental)

N – North (norte)

E – East (leste)

SE – South East (sudeste)

SW – South West (sudoeste)

W – West – oeste

NW – North West (noroeste)

A divisão original ainda contava com as regiões NE, North East, nordeste; e S, South, sul. Porém, estes códigos não são mais utilizados em Londres e são usados apenas em duas cidades ao norte da Inglaterra, Newcastle e Sheffield, respectivamente.

Com esta mudança, a região NE foi absorvida pela região leste, E; e a região S, foi dividida entre os códigos SE e SW.

Para melhorar ainda mais a eficiência do método postal, durante a 1º Guerra Mundial, os distritos foram subdivididos em números, ficando E1, N1, EC (EC1, EC2, EC3, EC4), SW1, W1, WC1 e WC2.

E cada um destes distritos ainda possuem uma série de subdivisão.

Para entender o código postal completo, vamos considerar o Buckingham Palace. O código postal da sede da monarquia britânica é SW1A 1AA.

Quebrando estas letras e números temos:

SW – South West (sudoeste)

1 – distrito postal

A – subdivisão de SW1, já que este código cobre uma grande área

1 – setor

AA – unidade

Nem toda unidade é tão grande quanto o Palácio de Buckingham, que precisa de um CEP só para ela. Mas cada código postal completo, compreende uma média de 10 a 15 propriedades.

POSTCODES SINAL DE STATUS

Com esta divisão dos distritos postais, ficou muito fácil identificar uma determinada região de Londres. Então, os postcodes se tornaram uma espécie de status entre os moradores de certas áreas.

É comum usar o CEP reduzido para falar sobre seu endereço. Por exemplo, W11 é muito mais glamoroso que W10.

Apesar das regiões serem vizinhas, W11 incorpora o charmoso bairro de Notting Hill, mas para saber o endereço exato, você precisa do código completo.

Já o código W10, North Kensington, fica bem próximo aos famosos locais do bairro vizinho, mas não leva a mesma fama.

COMO USAR O POSTCODE

Ao procurar por um endereço no Google Maps ou mostrar para o taxista, por exemplo, você só precisa informar o código postal completo, composto pelas letras e números.

Se você quiser chegar ao Museu de História Natural, só precisa colocar o cep do local SW7 5BD. Como o museu é um prédio grande, assim como o Buckingham Palace, o cep te levará somente a ele.

Já se você quiser conhecer o restaurante Farmacy, em Notting Hill, você também só precisa colocar o cep W2 5SH. Como o estabelecimento não é grande como os exemplos acima, este código postal compreende em torno de 10 propriedades. Então, neste caso, quando chegar ao CEP você procura pelo número, 74-76.

Fácil, não? Alguma outra dúvida? É só deixar nos comentários que respondemos.